Conheça o YuGiOh Deck Estrutural Imperador das Trevas!

Conheça o YuGiOh Deck Estrutural Imperador das Trevas!

yu-gi-oh-deck-estrutural-imperador-das-trevas

 

O novo YuGioh Deck Estrutural Imperador das Trevas chegou aqui no Brasil em sua versão em português logo no início do ano. Ele traz uma série de cartas inéditas na nossa língua e no próprio TCG, além de reprints e possibilidades de expansão para decks Monarcas antigos.

Esse é o 32º deck estrutural, seguindo o Mestre do Pêndulo, que saiu em meados de dezembro de 2015, incluindo nas estratégias monstros Sincro e XYZ. Além disso, ele traz também a possibilidade de expansão com as séries Conflito de Rebeliões e Dimensão do Caos.

Quer descobrir como jogar com a realeza em mãos? Continue lendo e desvende a monarquia do mundo dos duelos!

Espere aí! O que significa ter um Deck Estrutural?

Antes de embarcar no Imperador das Trevas, é fundamental que você tenha certeza do que é um Deck Estrutural. Essa nomenclatura é utilizada para definir os decks pré-construídos com foco em determinado tipo, atributo, personagem ou estratégia dentro do universo de YuGiOh!.

Ou seja, os decks estruturais — e isso inclui o Deck Estrutural Imperador das Trevas —, são feitos para serem jogados assim que retirados da caixa. Você não precisará comprar cartas adicionais ou boosters específicos para começar a jogar. O que os diferencia dos decks iniciais é que eles sempre incluem 5 novos cards, variando entre 1 Ultra Raro e 2 Super Raros, deixando o resto com a raridade comum.

O deck estrutural também não tem o foco de ensinar o jogador a respeito das regras e o universo de YuGiOh!, mas de permitir que os mais avançados já tenham a jogabilidade e estratégia montada para seu próximo duelo, utilizando múltiplas cópias de monstros e cartas de mágica e armadilha (lembrando que o limite é sempre 3 de cada em um deck).

Como funciona o Deck Estrutural Imperador das Trevas?

O Imperador das Trevas traz de volta os poderosos monstros no arquétipo Monarca, contando com uma estrutura organizada pronta para o duelo e que pode ser facilmente complementada pelos Boosters dessa coleção de YuGiOh.

Esse deck, ilustrado por Erebus, o Monarca do Submundo, traz cartas de coleções passadas, como a Troca de Almas, famosa por ser usada por Seto Kaiba no anime, juntamente de impressões inéditas em português, como a armadilha “Por ordem do imperador”, que pode ser incorporada em qualquer tipo de deck, não se restringindo à família dos monarcas.

Em cada deck você encontra:

  • 36 Cards Comuns;
  • 2 Cards Ultra Raros;
  • 3 Cards Super Raros;
  • 1 Token;
  • 1 Guia de Duelo;
  • 1 Manual de Regras; e
  • 1 Tapete de Duelo (Playmat) com Dupla Face.

Quem pode comprar esse Deck?

Todos podem aproveitar dos efeitos e surpresas do Deck Estrutural Imperador das Trevas. Isso porque, apesar de apresentar a temática dos Monarcas, ele não se restringe a essa categoria de monstros.

Ou seja, dentre as 41 cartas, existem várias que podem ser bem adaptadas para baralhos de qualquer elemento ou família, como a carta monstro Desvanecer da Batalha (Battle Fader) de nível 1. O seu efeito permite que, durante o ataque do oponente, essa carta seja invocada em modo de defesa, finalizando o turno de batalhas.

O card é vantajoso para jogadores que pretendem utilizar tributos baixos no campo e, por ser obrigatoriamente banida quando invocada por special summon e derrotada, essa carta pode ainda ser combinada com o Alquimista Dimensional, tendo-a de volta nas mãos. Mas é claro que o deck não se restringe a esse tipo de efeito, permitindo múltiplas combinações e o desmembramento do deck para compor o seu próprio.

Vamos conhecer a seguir 3 dessas cartas:

Tragoedia

Tragoedia

Essa carta monstro nível 10 assusta pela falta de valores para ataque e defesa, mas é justamente aí que está a sua vantagem.

A Tragoedia pode ser invocada de sua mão por invocação-especial assim que você recebe dano de batalha. O monstro ganha então 600 de ataque e defesa para cada carta que esteja em sua mão, o que significa que, com 5 cartas sacadas, você já tem um monstro de 3000 / 3000. Mas seu efeito não acaba por aí: uma vez por turno você pode enviar um dos monstros de sua mão para o cemitério e, em troca, tomar controle de um monstro do oponente com o mesmo nível (número de estrelas).

Como se não bastasse, você também pode optar por selecionar um monstro do seu próprio cemitério e simular o nível dessa carta para a Tragoedia, reduzindo o valor de 10 estrelas até o final do turno. Essa habilidade é especialmente útil para invocações do tipo XYZ, aproveitando-se do nível do monstro do inimigo controlado para transformá-lo em matéria juntamente da Tragoedia, invocando um monstro do extra deck.

Devorador de Níveis

Devorador de Níveis

A carta Devorador de Níveis (Level Eater) foi lançada em meados de 2009, mas ainda é bastante procurada por todos os tipos de duelistas. Esse monstro de nível 1 tem o efeito ativado quando é enviada para o cemitério. Você pode então escolher um monstro acima do nível 5 no seu campo e reduzir o seu nível em 1, o que permite a invocação-especial do Devorador de Níveis, que só pode ser utilizado como tributo para invocações desse mesmo tipo.

Essa carta pode ser bem combinada com a Tragoedia, já mencionada aqui, que apresenta um nível alto e é facilmente invocada quando o oponente ataca.

yugioh-troca-de-almas

Troca de Almas

A Troca de Almas (não a confunda com a Troca de Corações!) é uma carta bem conhecida para os fãs da série animada YuGiOh! e em 2016 completa 12 anos de lançamento e rotação nos decks TCG. Kaiba utiliza essa mesma carta no episódio 73 do anime, em um duelo em conjunto com Yami Yugi. A Troca de Almas traz para o seu campo os monstros que ele usaria como tributo para invocar o Deus Egípcio Obelisco, O Atormentador.

Essa carta mágica permite que você escolha um monstro do oponente e utilize-o como sacrifício para invocação-tributo, poupando o seu próprio. Um dos segredos dessa carta é que ela também pode ser usada como uma boa armadilha no duelo, servindo para inutilizar um monstro recém-invocado por seu oponente, oferecendo-o como tributo ao final da rodada.

Como jogar com os Monarcas?

O Arquétipo dos Monarcas surgiu em meados de 2012, com os boosters da série Explosão Cósmica, introduzindo o card mágico Marcha dos Monarcas. No ano seguinte, a temática retorna na série Espectros das Sombras, com a super rara Granmarg, a Mega Monarca.

O estilo rápido e poderoso de jogo fez tanto sucesso que logo surgiram os decks específicos para Monarcas para o competitivo, que agora podem ser melhorados com os exclusivos do Deck Estrutural Imperador das Trevas. As 2 cartas ultra raras desse set, Erebus, o Monarca do Submundo, e Ehther, o Monarca Celestial, têm sua estreia no Imperador das Trevas, marcando maior interação com o seu cemitério e a montagem de estratégias baseadas em tributos rápidos.

PT%20SR01_Lores

Erebus, o Monarca do Submundo

Erebus é o primeiro monarca do tipo Zumbi a aparecer no TCG e marca o nome de um importante Deus Grego. O monstro de nível 8, com 2800 de ataque e 1000 de defesa, pode ser invocado por tributo com o custo de um outro monstro que também tenha sido chamado ao campo pela oferta de um tributo.

Nesse caso, você ativa o efeito de Erebus, que permite enviar 2 cartas magia ou armadilha do arquétipo Monarca, que estejam tanto em sua mão quanto no deck, diretamente para o cemitério. Isso garante que você escolha uma carta da mão, do cemitério ou do campo de seu oponente de volta para o deck dele.

Mas não é só isso: uma vez por turno, caso Erebus esteja em seu cemitério, você pode descartar uma carta de magia ou armadilha do arquétipo Monarca e resgatar do cemitério um monstro com ataque acima de 2400 (como Caius, o Monarca das Sombras) diretamente para sua mão. É como se qualquer mágica ou armadilha de seu deck se tornasse uma Monstro que Renasce, sem a penalidade de ter apenas 3 de cada tipo.

O efeito de descarte de mágicas e armadilhas potencializa também o efeito de cartas como a armadilha O Monarca Primordial, que têm o efeito de ativação dependente da posição no cemitério.

ehther-o-monarca-celestial

Ehther, o Monarca Celestial

Ehther, assim como Erebus, é também referência a uma entidade Grega antiga. Apesar de a tradução tratar Ehther como um monstro masculino, essa é a primeira carta Monarca considerada feminina no TCG, o que provavelmente foi perdido nas sucessivas traduções do título.

Esse monstro de nível 8, com 2800 de ataque e 1000 de defesa, pode ser invocada por tributo da mesma maneira que Erebus: pela oferta de um outro monstro que também tenha sido chamado pela invocação-tributo no campo.

Desse modo, você ativa o seu efeito, que permite enviar 2 cartas mágicas ou armadilhas (de nomes diferentes), tanto da mão quanto do deck, diretamente para o cemitério. Com isso você pode trazer ao campo, por invocação-especial, um novo monstro com 2400 ou mais de ataque. A diferença aqui é que esse monstro precisa ser devolvido para a mão do jogador ao final da fase.

Porém, se Ehther estiver em sua mão, você pode ainda banir uma carta de magia ou armadilha no arquétipo Monarca que esteja no cemitério a fim de invocar esse monstro pelo modo tributo, o que ativaria o primeiro efeito da carta. Tudo isso durante a fase principal do seu oponente!

Para otimizar a invocação por meio de tributo, é possível tirar vantagem de cartas como O Primeiro Monarca, que servirá como 2 matérias para esse monstro.

o-monarca-primordial

O Monarca Primordial

Essa carta, que não deve ser confundida com O Primeiro Monarca, é uma armadilha contínua exclusiva do Deck Estrutural Imperador das Trevas e, como o nome indica, uma maravilhosa adição para jogadores que queiram focar no arquétipo Monarca.

O Monarca Primordial permite que o jogador, uma vez por turno, escolha 2 cartas de magia ou armadilha do tipo Monarca em seu cemitério, retorne-as ao deck e, em seguida, compre uma carta. Como muitos monstros dependem do descarte de cartas desse tipo, O Monarca Primordial surge como parte decisiva de uma estratégia de retorno de mágicas e armadilhas para o jogo e abre a possibilidade de resgatar ciclos de invocação e tributo no jogo.

Caso essa carta esteja no seu cemitério, você pode banir uma carta de magia ou armadilha a fim de invocar, por invocação-especial, O Monarca Primordial, assumindo a forma de um monstro nível 5 com ataque 1000 e defesa 2400. Esse é o maior valor de defesa para monstros falsos invocados por cartas armadilhas.

dominio-dos-verdadeiros-monarcas

Domínio dos Verdadeiros Monarcas

Ainda na lista de exclusivas do Deck Estrutural imperador das Trevas está a carta mágica de campo, Domínio dos Verdadeiros Monarcas. Apesar de ser obviamente útil para decks com arquétipo foco Monarca, essa mágica também pode ser valiosíssima para decks no arquétipo Qli.

Isso porque, uma vez por turno, mesmo que esse card seja invocado ou deixe o campo, você pode reduzir em 2 o nível de um monstro com 2800 de ataque e 1000 de defesa em sua mão, qualidade bastante comum entre os monstros Qli e Monarca.

O Domínio dos Verdadeiros Monarcas permite também que você impeça que seu oponente invoque por invocação-especial monstros do deck adicional, mas apenas se você for o único duelista a controlar monstros invocados por tributo e não tiver cartas no Deck Extra. Ainda nesse efeito, se um monstro invocado por invocação-tributo no seu lado do campo atacar, ele ganha 800 pontos de ataque extras durante a fase de cálculo de dano. Essa vantagem pode ser decisiva na definição de um duelo!

Gostou do deck dos Monarcas? Essa coleção certamente dará uma vantagem de dano e velocidade a qualquer jogador interessado no arquétipo principal do Deck Estrutural Imperador das Trevas, e pode tornar você o próximo mestre do duelo! Aproveite para adquirir o conjunto pronto para jogar e arrisque-se a montar uma estratégia imbatível com as cartas e efeitos Monarcas. Seus oponentes vão se curvar para sua realeza!

Um comentário

  1. Não perco por esperar esse deck …….
    pago o preço que for …..
    mais uma coleção de decks pra mim..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*