5 dicas para montar seu primeiro deck de Yu-Gi-Oh!

Yu-Gi-Oh é um jogo de cartas com muitas variáveis de estratégias

yu-gi-oh-duel-generation

O deck de Yu-Gi-Oh é o seu baralho, ou sua “equipe”. Para realmente surpreender seu oponente e aumentar suas chances de vencer, é preciso montar seu próprio deck, de acordo com as cartas e estratégias que mais combinam com sua personalidade e estilo de jogo. Nesse post vamos te ajudar a entender, com 5 dicas, como dar os primeiros passos para montar um deck matador!

Entenda como o jogo funciona

Em um duelo de Yu-Gi-Oh, cada jogador começa com 8.000 pontos de vida e toda vez em que é atacado por um monstro esse número cai. Quem chegar a 0 de vida é o perdedor do duelo. O jogo é baseado em turnos, e cada turno tem 6 “fases” antes de terminar e ser a vez do outro jogador. São elas:

  • Fase de Compra: você pega uma carta do seu deck e põe na sua mão;

  • Fase de Apoio: é quando efeitos de cartas armadilha, magia ou de outro efeito podem ser ativadas;

  • Fase principal 1: aqui você vai realizar a maior parte das ações, como invocações, descer cartas de efeito ou de magia.

  • Fase de Batalha: você pode utilizar um card monstro para atacar seu oponente.

  • Fase principal 2: mesma coisa da fase principal 1.

  • Fase final: anuncie o fim do seu turno e, se tiver mais de 6 cartas na mão, escolha quais cartas serão dispensadas para cemitério, até que tenha no máximo 6.

Como falamos, Yu-Gi-Oh é um jogo com elementos estratégicos, e até mesmo a escolha de turnos pode ser um fator decisivo no resultado do duelo.

Conheça os principais tipos de cartas de um deck de Yu-Gi-Oh.

Existem 3 tipos de cartas no Yu-Gi-Oh: monstros, magia e armadilhas. Vamos entender como elas funcionam.

Monstros

Você invoca um monstro para que possa atacar seu inimigo e se defender dos ataques do seu oponente. Para colocar um monstro em posição ofensiva, ponha-o no campo na vertical com a ilustração para cima. Se você quiser colocar um monstro em posição de defesa, basta colocá-lo com a imagem para baixo no campo, na posição horizontal.

Magia e armadilha

Para usar cartas de magia, bastar dizer seu nome colocá-la em campo. Depois que o efeito ocorre, você a transfere para o cemitério — mas vale lembrar que alguns tipos de cartas de magia permanecem ativas durante vários turnos.

Já as cartas de armadilha são colocadas viradas para baixo no campo, e podem ser ativadas até mesmo no turno do seu oponente! Para isso, é preciso que sua condição de ativação (que vem escrita na descrição da carta) seja cumprida; depois disso basta dizer o nome dela, aplicar seu efeito e descartá-la no cemitério.

Saiba qual é o número de cartas

O mais indicado são de 40 a 43, normalmente distribuídos entre 20 monstros, 10 magias e 10 armadilhas. Decks muito maiores do que isso podem te deixar com dificuldades caso precise de uma carta específica em um momento do jogo; por outro lado, decks muito menores podem te levar à derrota, já que, caso você não tenha mais cartas para comprar, você automaticamente perde o duelo.

Você sempre pode regular a proporção entre cartas de monstros, magias e armadilhas de acordo com a sua estratégia, mas tente manter 50% do seu deck voltado para suporte e os outros 50%, para a ofensa. É recomendado que você utilize também o deck extra e o side deck para um poder de fogo a mais, além de mais opções estratégicas.

Não use muitos monstros “caros”

Fique atento com o número de estrelas na carta monstro! Se uma carta tem 5 ou mais estrelas, ela precisa que você mande um monstro que você controla para o cemitério para poder invocá-la. E se um monstro tem 7 estrelas ou mais, você deve sacrificar 2 cartas para cemitério. Além disso, existem cartas que exigem condições especiais para serem invocados, como a invocação pendulum ou as cartas de fusão. Por isso, tome cuidado ao querer fazer um deck cheio de Dragões Brancos de Olhos Azuis!

Tenha seu estilo

O mais importante para montar seu deck de Yu-Gi-Oh é  testar suas estratégias e ir conhecendo de qual maneira que você mais gosta de jogar. Não existe receita de bolo: é preciso prática e surpreender seu oponente! Mantenha-se informado e crie seu próprio estilo de jogo, com o tempo.

Quando seu deck estiver pronto, confira nosso post com dicas muito boas sobre como testá-lo para continuar no caminho certo para um construir um deck arrasador!

Chamadas para social media

  1. Fizemos um post com tudo o que você precisa saber para começar um deck vencedor de Yu-Gi-Oh! Só clicar aqui e descobrir!

  2. Sempre quis começar a duelar em Yu-Gi-Oh!, mas nunca soube como começar? Fica tranquilo, a gente tá aqui para te ajudar.

  3. Quantas cartas devo ter no deck? Como usar magias ou armadilhas? Tem mais perguntas como essa? Confira as respostas!

9 comentários

  1. me passa deck list de dragon rouge bom ?

  2. quero montar meu primeiro deck , ai a duvida qual deck ? quero saber quais tipos de cartas monstros existem ? pra mim comprar um deck e comprar cartas por fora pra encrementar-lo

  3. Bem, desde de o começo quando comecei a jogar Yu-Gi-Oh, nunca criei um deck pra mim, nunca criei um deck meu. Mais depois de todas essas dicas, vou começar a me estudar, começar a pensar do que eu gosto de verdade. Não vou ser que nem antes, apenas uma cópia barata! Já imitei vários duelistas: Jaden, Yugi, Alexis, Zane e outros. Cansei, agora vou ser eu mesmo!

  4. tenho cartas magicas q não podem ser usadas tem um simbolo vermelho de bloqueio pq? como libero elas?

  5. tenho a carta Raigeki mais ela não esta liberada pra duelos pq? e como faço pra poder usala

  6. Meu nome é Denis tenho 12 anos, gosto muito de yu gi oh mas so acompanhei até o yugioh GX. Por isso não entendo nada sobre monstros xyz, pendulum e qualquer outracoisa q tenha vindo depois da segunda geraçao de yugioh. Peço qie alguem me ajude.

  7. O interessante é que vc e sua própria equipe de duelistas estudem as regras façam um manual com todas as regras do jogo, depois acrescente ao bolo regras extras ou mude algumas que no jogo e no anime o torne chato demais, eu e a equipe da minha cidade fizemos isso e testamos o jogo como ficaria se o alterasse, em seguida no manual das regras de cada um teria uma parte com todas as assinaturas dos duelistas que aceitasse jogar desse jeito e com esses regras , no início pensei que não daria em nada e no fim todos do bairro jogava apenas com essas regras que eram aceitas com os duelistas da localidade .
    1) por exemplo: no jogo só pode baixar uma carta por turno , no nosso baixavamos até todas as cartas que tínhamos .
    2) o limite de cartas de mão sempre seria 5 cartas você comprava um limite até atingir as cinco cartas em mão
    3) a sexta carta era uma opção a parte para usar apenas na primeira mão e se fosse usada a carta era obrigatória ser usada em campo
    4) cartas para ser usadas teria que passar no concelho para ver se todos entendiam seu conceito, se não a carta era proibida de usar por não intender o seu segnificado
    Etc….. As regras do jogo e anime não funciona em duelo real ou até funciona mas o duelo fica preso e sem graça, desta maneira os duelos nossos eram incríveis gosto de lembrar desse tempo

  8. Pra quem já começou a construção do deck e não sabe qual o número certo de cartas a utilizar, esse link tem umas dicas ótimas:

    https://duelgate.wordpress.com/2018/02/19/dicas-para-construir-um-deck-invejavel/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*